ESGOTO

Rede de Esgoto: Dúvidas Frequentes

1.   Como posso saber se na minha rua passa a rede coletora de esgoto?
   Entre em contato com o SAAE, ou clique aqui para baixar o mapa da cobertura da rede coletora de esgoto.


2.   O que fazer com o esgoto quando não houver rede coletora de esgoto no meu bairro?
   Deverá ser feito um sistema individual de tratamento (fossa séptica e sumidouro). O ideal é consultar um profissional. Lembramos que não é permitida a construção de sumidouros no passeio público (calçadas).

3.   Como faço para requerer minha ligação predial de esgoto?
   Certifique-se que existe rede coletora disponível; compareça na sede administrativa do SAAE, portando uma fatura de água do local e solicite a ligação. Em caso de construções novas as ligações de água e esgoto deverão ser requeridas simultaneamente.

4.   Qual o custo da ligação predial de esgoto?
      O custo da ligação predial de esgoto é de R$ 175,00 à vista. Há também condições de parcelamento em até seis vezes. Alterações no valor ocorrem conforme tabela tarifária da Autarquia.

5.   O que preciso fazer para interligar o esgoto predial na rede pública?
   É necessário adaptar as instalações internas, conduzir a tubulação diâmetro 100mm até  o alinhamento predial (frente do terreno) e interligar ao ramal de esgoto.

6.   Como faço as adaptações internas?
   Procure orientação de um profissional. Obs. Quando a tubulação interna exigir profundidade superior a 1 metro na ligação predial de esgoto (no alinhamento predial), consulte o SAAE para verificar a profundidade da rede e a possibilidade de atendimento na condição encontrada. (Sugestão de esquema simplificado clique aqui)

7.  A caixa de gordura é obrigatória? Como será feita a fiscalização?
   Sim, o imóvel está sujeito a fiscalização por parte da vigilância sanitária. Lembramos que a caixa de gordura evita entupimentos. Imóveis novos serão fiscalizados no momento da liberação do habite-se. 

8.  É obrigatória a instalação da caixa de passagem ou inspeção?
   Recomendamos sua instalação para verificações diversas, especialmente quando ocorrerem entupimentos.

9.   O que será feito com o sumidouro (poço negro)?
   Recomenda-se limpar com caminhão auto fossa, jogar um saco de cal na fossa limpa para desinfecção e preencher com areia ou material firme para estabilizar o solo.
 
10.  Tenho caixa séptica de alvenaria instalada, preciso destruí-la? Ou posso interligar a partir dela na rede coletora de esgoto?
   Recomendamos a desativação da caixa séptica ou transformá-la em caixa de passagem (consulte um profissional).

11.  O que posso lançar na rede coletora de esgoto?
   Apenas esgoto doméstico.

12.  O que não posso lançar na rede coletora de esgoto?
   Todo tipo de sólido como, absorventes higiênicos, cotonetes, preservativos, fios de cabelo, embalagens de sabonete, creme dental, fraldas descartáveis, frascos de desodorante, bem como outros frascos plásticos vazios, peças de brinquedo etc. são proibidos de jogar na rede de esgoto, pois provocam entupimentos e prejudicam o tratamento do esgoto.

LEMBRE-SE
No banheiro, o vaso sanitário não é lixeira. Tenha sempre ao lado dele um cesto de lixo.
Nas pias do banheiro e cozinha, mantenha sempre uma peneirinha no ralo de saída.
Mantenha sempre a caixa de gordura em condições adequadas.
Não faça ligação de água de chuva na rede de esgoto.

13.  Posso lançar água de chuva ou de piscina na rede coletora de esgoto?
   Não. A rede de esgoto não é dimensionada para escoar água de chuva ou extravasor de piscina. Se o usuário lançar água de chuva na rede de esgoto poderá haver o rompimento da rede, bem como retorno do esgoto para o imóvel.

14.  Após a ligação de esgoto o valor da fatura mensal vai aumentar?
   Sim, passará a ser cobrada a tarifa de esgoto de 75% sobre o serviço de abastecimento de água (decreto 461/2013).

15.  Como será calculada a tarifa de esgoto para quem tem mais de uma economia?
   A tarifa de esgoto será de 75% sobre o valor da tarifa dos serviços de abastecimento de água, a qual deverá ser rateada entre a quantidade de economia, no campo rateio de economia estará descrito o valor por economia.

Economia: É todo prédio ou subdivisão de um prédio, com ocupação independente das demais, perfeitamente identificável e/ou comprovação em função da finalidade de sua ocupação legal ou atividade, dotado de instalação privativa ou comum para uso dos serviços de abastecimento de água e/ou de coleta de esgotamento sanitário, cadastrado para efeito da cobrança;

Rateio: É a distribuição proporcional dos custos.

16.  Tenho mais que um imóvel no mesmo terreno, preciso requerer mais ligações prediais de esgoto?
   Não, se for possível atender com apenas um ramal. Lembrando que cada ligação predial de esgoto executada será cobrada e este valor poderá ser rateado entre os imóveis.

17.  Tendo apenas um imóvel, é possível solicitar mais que uma ligação predial de esgoto para atendê-lo?
   Havendo necessidade de outro ramal, este deverá passar por análise da equipe técnica da Autarquia.

18.  Como será feita a ligação predial de esgoto para um condomínio vertical? 
   Será efetuada preferencialmente uma ligação predial de esgoto. Havendo necessidade de outras, estas deverão passar por análise da equipe técnica da Autarquia. O usuário deverá informar quais os imóveis atendidos pelo ramal para cadastro da fatura.

19.  Sou consumidor de baixa renda (tarifa social) preciso pagar ligação e Tarifa de Esgoto? 
   
A ligação de esgoto deverá ser paga conforme tabela tarifária, porém a Tarifa de Esgoto não será cobrada, conforme determina a lei 4.113/2009.

20.  É obrigatório ligar o esgoto na rede pública?
   
Sim. Nos locais que tenha rede disponível é obrigatória toda edificação estar ligada à rede pública de esgoto, conforme Lei Federal 11.445/07 e Lei Complementar Municipal 058/2008.

21.  E se o terreno tem declividade desfavorável, como faço? Posso conduzir a tubulação pelo terreno do vizinho?
   O SAAE não tem responsabilidade sobre as instalações internas, portanto não havendo possibilidade de escoamento por gravidade em um imóvel, pode ser implantado um sistema de recalque (bombeamento) de esgoto da parte interna para a ligação predial de esgoto (consulte um profissional para dimensionamento). Se a alternativa for conduzir a tubulação pelo terreno do vizinho, e este autorizar formalmente ao SAAE a canalização em sua propriedade, recomendamos efetuar servidão de uso para se ter garantia do benefício.

22.  Devo pagar a tarifa de esgoto sem ligar a rede pública?
   Sim, pois a partir do momento que estiver efetuada a Ligação Predial de Esgoto já incidirá em cobrança de taxa de coleta e tratamento de esgoto na fatura do mês subseqüente.

23.  Vou construir, preciso requerer as ligações de água e esgoto simultaneamente? Quando será feita cada ligação?
   A solicitação deverá ser conjunta, porém a execução da ligação de água e da ligação predial de esgoto (nas regiões de cobertura com rede coletora de esgoto) será conforme cronograma da Autarquia.

24.  Postos de Combustíveis e Lavadores de Veículos podem lançar água de lavagem na rede coletora de esgoto?
   Não. É necessário que as empresas obedeçam a normas Ambientais fazendo tratamento adequado com caixas de retenção de óleo e areia para destinação de reuso ou lançamento na rede coletora de águas pluviais.

25.  Indústrias podem ligar esgoto à rede coletora pública?
   É necessária avaliação técnica do SAAE, pois dependerá do tipo de efluente lançado na rede coletora de esgoto.

26.  O que faço quando entupir a ligação predial de esgoto?
   Em cada ramal de esgoto é instalado um TIL (terminal de inspeção e limpeza), este serve para inspeção e manutenção em caso de entupimento. Se o entupimento ocorrer na rede externa, entre em contato com o SAAE e, se o mesmo for interno, a manutenção deverá ser providenciada pelo usuário.

27.  Por que a rede coletora de esgoto entope?
   Por diversos fatores. Entre eles quando são jogados no vaso sanitário objetos que deveriam ir para o cesto de lixo. Este acúmulo de lixo pode estrangular a seção do tubo, provocando o entupimento e represamento do esgoto na tubulação. Também ocorre quando não há disponibilidade de caixas de gordura nas pias de cozinha e nas saídas de lava-louças. A gordura não retida entra na rede e acumula-se nas paredes do tubo, estrangulando a seção de escoamento.Outra situação é conseqüência da ligação clandestina de água de chuva. Além de receber volume de água não previsto, são lançados na rede resíduos provenientes da varrição dos quintais (areia e folhagens) que param em algum ponto da canalização provocando entupimento.

28.  Para onde vai o esgoto coletado nas residências?
  O SAAE possui a Estação de Tratamento de Esgoto - ETE localizada a Noroeste da cidade, próximo ao Lajeado Guavirá. O Sistema de tratamento é através de lagoas anaeróbica e facultativa. Após tratado o efluente é despejado no encontro da sanga Horizontina com o Lajeado Guavirá, em conformidade com as normas dos Órgãos Ambientais para instalação e operação da ETE.

29.  Não existe rede coletora de esgoto em frente ao meu imóvel, de que depende a implantação da rede?
  Apenas parte da cidade possui rede coletora de esgoto, O SAAE está empenhado na expansão da rede para atender toda a população rondonense, porém é necessário alto investimento e não há previsão para a conclusão deste trabalho. OBS. Recentemente foi aprovada lei da parceria público privada nas obras de saneamento como opção para expansão de rede.

Download(s) Disponível(eis)
Mapa da cobertura da rede coletora de esgoto